Estou a organizar, com a Alexandra Paio e o João Pedro Sousa, um workshop online integrado na conferência internacional DigitalFUTURES 2020. O workshop vai ser lecionado através do Zoom para os alunos participantes e difundido pelo Youtube para os alunos que queiram assistir.

O contexto atual de pandemia acentuou a tendência, há muito prevista por autores como Alvin Toffler, para o teletrabalho. Esta transição equaciona outros modos de vida no espaço da casa, introduzindo princípios de adaptação e transformação rápida do espaço, aumentando a frequência das renovações. Para responder a esta necessidade, o arquiteto tem que desenhar soluções computacionais que permitam aos usuários visualizar, simular e fabricar soluções cada vez mais personalizadas para espaços específicos.

Existe uma consciência crescente da necessidade de reduzir os impactos da construção no ambiente ao nível do uso da energia, consumo de recursos e produção de resíduos. Design for Disassembly (DfD) é uma estratégia de projeto que tem como objetivo responder à crescente importância da energia embebida nos materiais, do processo construtivo e dos ciclos de reabilitação ao longo do tempo de vida da edificação. DfD dá prioridade à reutilização de sistemas construtivos, componentes e materiais e, num nível hierárquico inferior, à reciclagem e ao down-cycling.

As ferramentas de desenho e fabricação digitais têm um papel importante a desempenhar na implementação de sistemas construtivos ou edifícios que respeitam estes princípios, particularmente através do uso de encaixes fabricados digitalmente. Estes métodos de produção permitem acomodar a variabilidade local sem o correspondente aumento de custo – uma pré-condição essencial para personalização em série.

O objetivo deste workshop é testar uma metodologia de projeto para o desenvolvimento de sistemas construtivos contextuais, desmontáveis e personalizáveis em série que possam ser implementados em configuradores online para clientes genéricos. No primeiro dia apresentaremos a base teórica e a metodologia proposta, assim como o RoomSurveyor, um plugin para Grasshopper que implementa algoritmos de triangulação inspirados nos métodos empíricos de levantamento. Aos participantes será pedido que levantem um espaço e proponham a sua subdivisão – um estudo preliminar. No segundo dia explicaremos como poderemos usar os componentes do RoomSurveyor para produzir modelos paramétricos do espaço levantado e validar o estudo preliminar. A partir do terceiro dia, os participantes desenvolverão os seus próprios sistemas construtivos desmontáveis e personalizáveis. No final do workshop um dos sistemas será produzido no laboratório de fabricação digital Vitruvius Fablab do Iscte-IUL. Lisboa, Portugal.

 

Pagina do workshop: https://www.digitalfutures.world/workshops-europe-mideast-africa-blog/paio


Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

twenty + ten =


@