Concurso Internacional das Piscinas da Marinha Grande

Proposta para o edifício das Piscinas da Marinha Grande, inserido no Plano de Pormenor da Zona Desportiva. Na sua génese está a separação clara do programa, entre áreas públicas, privadas, e zonas destinadas aos utentes. A partir do Hall o utilizador do edifício poderá optar por 4 percursos que correspondem a diferentes funções: zona de recepção com backoffice, secretaria e zona privada dos funcionários; ginásios e sala de squash com balneários e vestiários respectivos; zona reservada aos utentes das piscinas com os respectivos balneários e vestiários e todas as áreas anexas como a sala de primeiros socorros e gabinete médico e espaço de monitores; e por fim uma zona de público com acesso à bancada servida por instalações sanitárias. Os elementos estruturais da proposta impõem-se na imagem do projecto ficando aparentes no exterior da massa construída.
Nos topos Nordeste e Sudoeste nascem 11 pilares de betão que se definem como lâminas inclinadas de 1×0.5m. O sistema misto de pilares em betão e vigas em treliça de ferro resulta num agrafo que envolve toda a construção revestindo-a de uma imagem coesa e particular. As fachadas noroeste e sudeste são revestidas com painéis de vidro fabricados a partir de garrafas de diferentes cores. O objectivo era que estes painéis fossem executados em workshops por alunos das escolas da Marinha Grande. A Marinha Grande tem uma forte tradição e uma industria de vidro. Desta forma procurava-se aproximar as gerações mais jovens desta tradição e dos processos desta indústria.


Projecto Filipe Brandão, Nuno Sanches e Tiago Ramos   Data de Concurso 2011    Sítio Marinha Grande





@