Os componentes RoomSurvey são parte do plugin RoomSurveyor e têm duas versões: RoomSurvey e RoomSurveyStrict. Existem duas diferenças entre estes componentes: a lógica usada para solicitar diagonais e o pressuposto de que se uma cadeia poligonal é fechada dentro de uma tolerância os ângulos internos estão provavelmente corretos, o que nem sempre é verdade. O componente RoomSurvey requisita as diagonais maiores primeiro, que é mais eficaz em polígonos pequenos e com poucos lados não ortogonais, e usa o teste da cadeia poligonal anteriormente referido. Este artigo contêm uma explicação mais detalhada. O componente RoomSurveyStrict não usa nenhum dos atalhos descritos para acelerar o processo de triangulação e requisita as diagonais mais curtas primeiro. Isso significa que o algoritmo vai sempre pedir pelo menos n-3 diagonais, onde n é o número de lados do polígono. Para um polígono com 6 lados, isso são 3 diagonais, mas para um com 20 lados 17 diagonais serão pedidas.

Do ponto de vista conceptual os passos do processo de levantamento são os seguintes:

  1. Desenhar ou fornecer um polígono morfologicamente semelhante ao polígono que será levantado.
  2. Fornecer as dimensões de todos os lados do polígono.
  3. Fornecer as dimensões das diagonais solicitadas.

Entradas (Inputs) e Saídas (Outputs)

Ambos componentes aceitam as mesmas entradas: um polígono fechado (uma polilinha fechada), uma lista ordenada com as dimensões dos lados e as uma lista com as diagonais solicitadas. Pode ser fornecido um polígono com um número qualquer de lados, côncavo ou convexo, com uma qualquer rotação ou escala, ou seja, qualquer poligono simples que seja morfologicamente semelhante ao polígono a levantar. Dois poligonos são morfologicamente semelhantes quando têm o mesmo número de lados e a mesma sequência de tipos de cantos (concavo ou convexo).

As dimensões dos lados devem ser fornecidas na ordem contrária aos ponteiros do relógio, começando no primeiro canto do polígono. As diagonais a medir são solicitadas na saída [out]. Quanto maior é a precisão numérica das dimensões e diagonais fornecidas maior é a precisão da reconstrução. Para efeitos práticos, medições com precisão milimétrica são suficientes.

As saídas dos componentes são uma lista com instruções para o utilizador [out], a reconstrução actual do poligono [R], as diagonais solicitadas como linhas [D], e um valor booleano que informa se o processo de triangulação terminou [T].

  • [out] – Devolve instruções para o utilizador efectuar medições (ex.: Measure the distance from Point 3 to Point 5). Quando o polígono for fechado com sucesso, devolve o erro (ex.: The Polygon is closed with a 5.18368349574805E-12 mm error)
  • [R] – Enquanto o polígono não está triangulado, devolve a cadeia poligonal com os lados escalados de acordo com as dimensões fornecidas e os ângulos resultantes da triangulação iterativa. Quando o processo termina, devolve o polígono triangulado, isto é, a planta, alçado ou secção levantadas.
  • [D] – As diagonais solicitadas como linhas entre os cantos da morfologia submetida.
  • [T] – Um valor booleano a informar o estado do processo de triangulação iterativa.

Definição exemplo

A imagem seguinte demonstra a configuração mais simples, com a exceção do componente ShiftStartPoint que apenas é util para mudar o ponto de ínicio da morfologia a submeter.

Simplest Setup


Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

12 + eleven =


@